quinta-feira, 30/maio/2024
PUBLICIDADE

Governo federal libera os R$ 8 milhões para equipar hospital de Sinop

PUBLICIDADE

O governo federal liberou, esta tarde, R$ 8 milhões para compra de equipamentos (compra de blocos cirúrgicos, laboratórios, leitos e aparelhos para UTIs) para o Hospital de Sinop (que será regional). A informação foi garantida pela assessoria da Secretaria Estadual de Saúde. A liberação aconteceu após reunião entre o governador Silval Barbosa e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, no final da manhã, em Brasília. Após terem sido feitas três previsões pelo governo federal e não cumpridas, finalmente ocorreu a liberação. Desde 2009, governo, bancada federal, prefeitura de Sinop estavam pressionando para o Ministério da Saúde equipar o hospital.

A disponibilidade dos recursos foi assegurada por uma emenda de bancada ao Orçamento da União. Com a liberação do montante a secretaria abriu o chamamento público para a contratação de instituição (Organização Social de Saúde) para o gerenciamento do hospital.

O Hospital de Sinop, cuja estrutursa física está pronta desde o final de 2008, terá capacidade para atender a macrorregião que envolve outros 13 municípios servindo a cerca de 300 mil pessoas. 

Outra conquista do governo do Estado foi a liberação de R$ 5 milhões para cadastramento da Central Única de Regulação do Samu em todo o estado. Silval obteve ainda a liberação do estudo para providência de incremento do aumento do teto financeiro mensal para unidades do interior do Mato Grosso. Para a capital do teto atual de R$ 132 milhões ao ano o Ministério autorizou um aumento de mais R$ 22 milhões passando para R$ 154 milhões ao ano.

Também foi anunciado, segundo Vander Fernandes, a liberação de recursos na ordem de R$ 45 milhões para reformas e ampliações de unidades de Cuiabá e Várzea Grande com abrangência para todos os municípios do Vale do Rio Cuiabá.

Outro assunto abordado pelo governador Silval Barbosa e o secretário de Saúde Vander Fernandes com o ministro Padilha foi a abertura do curso de medicina nas universidades de Sinop e Rondonópolis, além da de Cáceres.

O secretário Vander Fernandes informou que o governador Silval obteve ainda do ministro Padilha o apoio “incondicional” para implantação do programa de residência médica nos hospitais regionais, a exemplo do de Cáceres.

(Atualizada às 16h)

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Nova Mutum: investimentos em saúde chegam a 30% da arrecadação municipal

O investimento de recursos municipais na saúde foi de...

Guarantã investe R$ 444 mil na compra de mais uma ambulância

A prefeitura de Guarantã do Norte (230 quilômetros de...

Potencial do setor florestal de Mato Grosso é divulgado em feira na França

A comitiva mato-grossense que representa 523 indústrias associadas ao...
PUBLICIDADE