segunda-feira, 15/abril/2024
PUBLICIDADE

Governo aguarda liberação de R$ 500 milhões para obras de asfalto

PUBLICIDADE

Governador Silval Barbosa (PMDB) confirmou na quarta-feira a prevista liberação para hoje de aproximadamente R$ 500 milhões referentes à 1a parcela do MT Integrado. O programa, uma das principais bandeiras da gestão estadual, promete obras de asfaltamento e interligação de 44 municípios. Foi assinado ontem documento que valida a remessa dos recursos, via contratação pelo Banco do Brasil, com intermédio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Silval assegura início das obras em janeiro de 2013. “Vamos dar sequência aos trabalhos que já vem sendo feitos, mas agora com segurança de recursos. No mais tardar em março estaremos com todas as ordens de serviço concluídas”, disse.

O governador adiantou ainda um quadro em que pelo menos 10 lotes de obras estariam em fase de licitação. As ações, segundo ele, permitem o adiantamento dos projetos, em quadro em que se prevê dar largos passos rumo ao desen volvimento dos municípios.

Na lista das cidades mais “adiantadas” constam Parantinga/Canarana; Reserva do Cabaçal/Araputanga; Jauru e São Domingos e São José do Rio Claro/Nova Maringá. O mapeamento das obras vem sendo acompa- nhado diretamente pelo governador. “Nós estamos nos empenhando para conseguir avançar nos programas e temos a certeza de que o MT Integrado vai melhorar as condições dos municípios. E estamos falando de melhores estradas, que são prioritárias para o escoamento de produtos, e para abrir vias para todos os tipos de trabalho”, ponderou no fim da tarde de ontem.

Silval fez questão ainda de acrescentar a importância do programa para o Estado, e para dar sequência ao plano maior de impulsionar a economia do Estado.

As obras surgem como fator essencial para os projetos de captação de novos investimentos. O governador dis- se que em 2013, espera poder aumentar a injeção de recursos em outros programas interligados ao MT Integrado. São inovações feitas com vinculação de secretarias, incluindo a área da geração de emprego e renda e o setor social. As ramificações de ações, agregadas ao projeto original, tem proposta de melhorar a qualidade de vida da população, como reiterou o governador.

O MT Integrado contará ainda com liberação de duas parcelas sequenciais, de R$ 600 milhões e de R$ 400 milhões. Governador contou com apoio da Assembleia Legislativa para aprovação da contratação da operação financeira junto ao BB/BNDES. O programa contou com apoio de parlamentares responsáveis por intermediar junto ao Executivo, pleito dos municípios.

Uma das grandes reclamações das prefeituras diz respeito as estradas. O governador reconheceu a urgência para a realização das obras. Silval passou o dia de ontem no Palácio Paiaguás, em série de audiências que incluíram arremates sobre a formação do novo staff governamental. Disse que a reforma administrativa vem sendo realizada dentro das previsões, mas preferiu não detalhar novos entendimentos. Hoje, o governador cumpre agenda em Cuiabá, onde aproveita o período para avaliar relatórios de seu secretariado. Ele espera conferir bom desempenho, dentro das orientações de economia de gastos.

O governador também discutiu o fechamento do ano com o novo secretário chefe da Casa Civil, Pedro Nadaf. “Os encaminhamentos estão sendo feitos dentro da previsão que tínhamos, de assegurar coerência no trato com os recursos públicos e estamos conferindo”, explicou Silval Barbosa ao analisar parte dos documentos enviados por secretarias como a de Planejamento, Administração e Fazenda de Mato Grosso.

 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Governador abre amanhã Norte Show em Sinop; 1º dia tem 7 palestras

O governador Mauro Mendes faz, nesta 3ª feira, a...

Definida licitação para implantação da vila militar em Lucas do Rio Verde

O poder executivo municipal vai contratar empresa especializada no...
PUBLICIDADE