Política

Governador se reúne hoje com ministros após decretar estado de emergência devido as queimadas

O governador Mauro Mendes (DEM) receberá, esta tarde, os ministros do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, no Palácio Paiaguás, para tratar de soluções para os incêndios florestais no Estado.

Ontem, o governador assinou decreto de calamidade para acessar recursos e contratos de emergência. Essa iniciativa irá oportunizar dobrar também os equipamentos empregados nas ações e ampliar a proteção à fauna e flora do Estado.

Atualmente, a estrutura de pessoal utilizada em todo o Estado para o combate aos incêndios florestais é de 2,5 mil profissionais, entre Forças de Segurança, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, voluntários e Exército Brasileiro. Além disso, são seis aeronaves atuando no combate ao fogo, 3 helicópteros, maquinário e veículos de apoio oficiais e de voluntários, em um total de 40 equipes.

Mauro reforçou ainda que a política de tolerância zero para quem causar incêndios de forma criminosa. Somente de janeiro a agosto, já foram aplicados R$ 107,3 milhões em multas pelo uso irregular do fogo e R$ 805 milhões por desmatamento ilegal.  Outra ferramenta que tem sido usada é o sistema de monitoramento via satélite, que detecta os focos de calor quase em tempo real. Com esses dados, já foi possível realizar perícia em várias regiões aonde ocorreram incêndios, inclusive o Pantanal.

Redação Só Notícias (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo/arquivo)