sábado, 20/abril/2024
PUBLICIDADE

Fechado acordo para asfaltar 18km da BR-163 até Guarantã do Norte

PUBLICIDADE

O Governo Federal deverá aportar recursos para a conclusão de um trecho de 18 quilômetros na BR-163 até Guarantã do Norte . O pedido foi feito em Brasília ao ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, na reunião de hoje, da qual participou o governador Blairo Maggi, secretários e parlamentares mato-grossenses. “Estamos pleiteando cerca de R$ 4 milhões, que é a parte do Governo Federal para que, juntamente com nossos recursos, consigamos terminar essa obra”, informou o secretário de Infra-Estrutura, Luiz Antônio Pagot, que também participou da reunião. No ano passado o Governo do Estado pavimentou 13 quilômetros do trecho.

Antes da reunião entre o ministro e o governador, Pagot e o coordenador do consórcio da BR-163, o secretário Otaviano Pivetta (Desenvolvimento Rural), participaram de uma reunião no escritório do Governo do Estado em Brasília com representantes de empreiteiras, ocasião em que se discutiu a audiência pública que será realizada no próximo dia 17 de maio no Ministério dos Transportes, em Brasília, referente às obras da rodovia que liga Cuiabá a Santarém, no Pará. Após a licitação das obras, a serem executadas por meio de uma parceria Público-Privada, a estimativa é que em cinco anos as obras estejam concluídas.

“A BR-163 é a espinha dorsal do Brasil e de Mato Grosso — e o término das obras permitirá que uma região que hoje está quase estagnada participe de um novo processo de desenvolvimento”, prevê o secretário. A conclusão da pavimentação será um incentivo para que as indústrias de transformação se instalem na região Norte de Mato Grosso.

BR-364 – Outras obras importantes também estiveram na pauta da reunião com o ministro Alfredo Nascimento. O Governo Federal irá participar, juntamente com o Governo do Estado, da conclusão das obras entre a Serra da Petrovina a Alto Araguaia, na BR-364.

Outra obra que foi discutida em Brasília foi o reinício das obras de duplicação da Serra de São Vicente. Falta ainda um trecho de 11 quilômetros para concluir. As obras foram interrompidas porque faltaram recursos. De acordo com Pagot, alguns entraves junto ao Tribunal de Contas da União também já foram sanados. “A parte jurídica, administrativa e institucional já foi resolvida. O edital da obra, que já existe, será reeditado colocando uma participação maior do Governo do Estado para que o trecho que falta seja concluído”, disse Luiz Antônio Pagot.

Ainda na BR-364, outra obra que está sendo discutida em conjunto com o Ministério dos Transportes é na região do Chapadão do Parecis. O Governo Federal já licitou a obra e o Estado deve fazer algumas obras complementares. “Depois de tudo isso conversado, perante os parlamentares federais e estaduais, definidos alguns programas, achamos que demos bons encaminhamentos para uma série de ações. É claro que temos alguns aspectos burocráticos, mas a determinação do ministro é que essas obras acertadas nesse dia sejam cumpridas”, disse o secretário.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Prefeito inaugura ciclovias e pistas de caminhada em avenidas de Nova Mutum

A prefeitura de Nova Mutum inaugurou duas obras do...

Prefeito anuncia mais 100 quilômetros de asfaltamento em Várzea Grande

O prefeito Kalil Baracat anunciou que vai incluir no...

Mato Grosso passa a ter setor de inteligência de combater a crimes tributários

O Governo de Mato Grosso implantou a Coordenadoria de...

Ministério autoriza criar mais um câmpus do IFMT em Mato Grosso

O ministério da Educação confirmou a assinatura da portaria...
PUBLICIDADE