domingo, 26/maio/2024
PUBLICIDADE

Definido secretário interino de Saúde em Sinop após justiça afastar titular e o IGGP da gestão de unidades

PUBLICIDADE
Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)

A prefeitura confirmou, há pouco, que o servidor de carreira Robinson Martins passa a ser secretário interino de Saúde com a decisão da justiça estadual que afastou a secretária Daniela Galhardo, do cargo, enquanto durar a investigação da operação Cartão Postal, desencadeada ontem pela Polícia Civil. A prefeitura cumpriu a determinação afastando Daniela e o procurador jurídico Ivan Schneider que está afastado das decisões relativas à pasta da Saúde. Em nota, a prefeitura também informa que a servidora e fiscal do contrato de prestação de serviços firmado em município e Instituto de Gestão de Políticas Públicas (IGPP) Elisangela Bruna da Silva, foi afastada de qualquer função pública.

A justiça também afastou o IGGP das atividades de gestão das unidades de Saúde e o trabalho volta a ser desenvolvido pela secretaria municipal de Saúde.

Ainda na nota, a prefeitura informa que “não é alvo da Operação como investigada” e “ressalta, ainda, que não existe nenhum processo de investigação contra o prefeito Roberto Dorner”. “A Gestão do município reitera que preza pela transparência e está colaborando com todo o processo de investigação para que tudo seja esclarecido e medidas possam ser tomadas em caráter definitiva. A prefeitura tranquiliza a população em relação à continuidade dos serviços de saúde, e afirma que trabalhará para otimizar o atendimento com a expansão de novos serviços e garantindo, assim, que os cidadãos tenham acesso e assistência de qualidade”.

A operação desencadeada ontem resultou em quatro prisões de investigados por fraudes e corrupção, sendo dois sócios do Instituto IGGP, que fazia a gestão da UPA e algumas unidades de saúde em Sinop. São 34 pessoas investigadas, além de empresas, e várias delas tiveram bens bloqueados em R$ 84 milhões. Das empresas suspeitas de envolvimento com superfaturamento e fraudes com o IGGP, seis são de Cuiabá e 3 em Sinop.

Em instantes mais detalhes.

Receba em seu WhatsApp informações publicadas em Só Notícias. Clique aqui. 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE