terça-feira, 21/maio/2024
PUBLICIDADE

Cuiabá: demolido prédio abandonado onde havia criadouros na dengue

PUBLICIDADE

A Prefeitura de Cuiabá já está demolindo a obra que estava embargada ao lado de um posto de gasolina, de bandeira da Petrobrás, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, a avenida do CPA, entre um grande shopping da cidade e a Secretaria Estadual de Fazenda. Três máquinas retro-escavadeiras e dez caminhões começaram a recolher todo o entulho.

O prefeito Wilson Santos, que acompanhou toda a operação de demolição, garantiu que a ação não é eleitoreira – deve deixar a prefeitura no final de março para ser candidato ao governo do Estado – e que está apenas atendendo aos apelos da população cuiabana, principalmente na questão de combate ao mosquito da dengue.

"Engana-se quem pensa que estamos aqui fazendo qualquer tipo de propaganda eleitoral. Continuo prefeito de Cuiabá e não posso permitir que pessoas continuem mantendo na cidade imóveis abandonados, servindo de criadouros do mosquito da dengue, de pontos de prostituição, de drogas e depósito de lixo. A população clama por uma Cuiabá limpa e estamos atendendo a estes clamores", explicou o prefeito.

Wilson disse que a decisão de demolir o prédio inacabado na avenida e que estava causando sérios problemas para a população local foi a melhor. "Tomamos todas as precauções, inclusive judiciais para realizamos esta demolição. O imóvel estava abandonado, em disputa judicial há seis anos. Estamos agindo", disse, confirmando que a "Operação Demolição" começou ainda neste mês, quando foi demolida um casa no bairro Alvorada. Santos informou que a terceira demolição será nos próximos dias no bairro da Lixeira e em seguida outro no Jardim Vitória. "São todos imóveis abandonados e que recebemos constantes reclamações dos moradores vizinhos".

O prefeito disse também que já nesta segunda-feira uma equipe de paisagistas da prefeitura estará no local para iniciar as obras de paisagismo no local. "Vamos plantar árvores, transformar isto aqui em uma praça", prometeu.

Já o secretário de Infra-Estrutura do Município, Euclides dos Santos disse que a prefeitura está apenas cumprindo o Código de Postura da Cidade ao atender as reivindicações da população. Ele assegurou ainda que esta ação, que aconteceu neste domingo será realizada também em bairros nobres da cidade e confirmou que vem negociando com proprietários de revendas de carros usados no Porto, próximo a um grande supermercado para que a área seja desocupada.

Os revendedores vem travando uma batalha com a prefeitura desde o tempo em que Roberto França era prefeito. Euclides Santos acredita que esta batalha está chegando ao fim. "Estamos mantendo negociações. Eles estão propensos a mudarem de área e acredita que dentro de mais alguns dias vamos fechar esta negociação", indicou o secretário.

 

 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE