Política

Conselho autoriza remoção de promotores que atuam em Sinop, Peixoto, Alta Floresta e Tangará

O Conselho Superior do Ministério Público Estadual (MPE) autorizou a remoção de vários promotores que atuam em Mato Grosso. Em Sinop, Nilton César Padovan irá assumir a 2ª Promotoria Cível. Carlos Henrique Richter, por outro lado, passa a responder pela 1ª Promotoria de Justiça Cível.

Também foi autorizada remoção Gileade Pereira Souza Maia, da 1ª Promotoria Criminal de Sinop para a 1ª Promotoria Criminal de Tangará da Serra. Washington Eduardo Borrére, que atuava no município do Médio-Norte, passa a responder pela Promotoria ocupada por Gileade. 

Ainda foi aprovada a remoção de Carlos Eduardo Pacianoto, da 1ª Promotoria de Justiça Criminal de Alta Floresta para a 2ª Promotoria de Justiça Criminal de Lucas do Rio Verde. Daniele Crema da Rocha de Souza, por outro lado, deve deixar a 1ª Promotoria de Justiça Cível de Peixoto para assumir a titularidade da 2ª Promotoria de Justiça Criminal de Nova Mutum.

Guilherme Ignácio de Oliveira deixará a 2ª Promotoria de Justiça Cível de Alta Floresta para assumir a 1ª Promotoria de Justiça Criminal de Lucas do Rio Verde.

Outras remoções também foram autorizadas pelo Conselho e homologadas pelo procurador-geral de Justiça, Hélio Fredolino Faust. Os atos foram publicados no Diário Oficial do Estado, que circulou hoje.