Política

Claudio Oliveira vai disputar presidência da Câmara de Sorriso e articula formação de chapa

O vereador de Sorriso, Claudio Oliveira (PR), confirmou hoje, ao Só Notícias, que pretende ser candidato a presidente da câmara municipal na eleição que foi marcada para a próxima segunda-feira (28). Ele disse que colocou seu nome à disposição do grupo, que deu sugestões para composição da mesa diretora e não descartou negociar com a bancada de sustentação ao prefeito Ari Lafin (PSDB), a quem Claudio faz oposição. “Agora aguardo resposta. Tenho conversado e pedido apoio para os 11 vereadores e minha preferência é pelo grupo com o qual sigo desde o começo da legislatura, mas se alguém não aceitar o nosso convite, vamos convidar alguém do outro grupo, embora eu não goste dessa divisão, pois a intenção é trabalhar com todos os vereadores”, declarou Claudio Oliveira.

A vereadora Marisa Neto (PTB), que é do mesmo grupo e já presidiu o legislativo, nos bastidores também é cogitada como possível candidata a presidência, deixou em aberto a possibilidade de encabeçar a chapa de oposição. Ela disse, ao Só Notícias, que as negociações estão em andamento e qualificou nominalmente, pelo menos outros dois parlamentares. “Estamos conversando, estamos fazendo reuniões e vamos chegar a um acordo. Também tem a vereadora Silvana (PTB) e o Cláudio que são ótimos nomes, mas qualquer coisa que eu disser hoje pode mudar amanhã”, desconversou.

Pela bancada de sustentação ao prefeito Ari Lafin também não há consenso em torno de um nome. O vereador Dirceu Zanatta (PMDB) disse que vai fazer reuniões e tentar buscar um aliado no grupo de oposição. “Nós precisamos de mais um voto e vamos tentar puxar alguém”, declarou.

A Câmara de Sorriso é composta por 11 parlamentares, sendo seis de oposição ao prefeito Lafin e cinco de sustentação ao gestor municipal. Para ter maioria, Zanatta precisa puxar um vereador do grupo de oposição.

A eleição foi antecipada pelo presidente Fabio Gavasso com a justificativa de adiantar o processo de transição entre as gestões, conforme orientação do Tribunal de Contas do Estado. De acordo com a portaria publicada por Gavasso, os vereadores têm até as 12h de sexta-feira (25) para registrar as chapas que vão concorrer ao pleito.