Política

CDL solicita a prefeito parcelamento de impostos e refis em Sinop

A diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Sinop entregou, hoje, ao prefeito Roberto Dorner um ofício solicitando um programa Refis e maior parcelamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Segundo o presidente da entidade, Marcos Antônio Lopes, a pandemia de coronavírus causou prejuízos aos empresários locais.

“O ano de 2020 foi de desafios a serem vencidos e mesmo com todos os esforços e muitos números positivos, de maneira geral, o empresariado de Sinop amargou quedas nas vendas e nos lucros e muitas contas não puderam ser honradas. Desta forma solicitamos que a prefeitura municipal, que sempre foi parceira do comércio e dos empresários, mais uma vez estenda sua mão ao setor produtivo colaborando para que as contas sejam honradas pelos empresários”, destacou.

No ofício entregue ao prefeito, a CDL propôs um Refis para que o empresário que tem débitos até 2020 possa parcelar a dívida, sem juros e multa. No caso do IPTU, a proposta é para que seja autorizado um parcelamento em 12 vezes, como forma de “facilitar o pagamento dos empresários e da população e evitar a inadimplência”.

O prefeito, ao lado da secretária de Governo, Faira Strapazzon, garantiu à diretoria que vai avaliar a solicitação. “Fico muito feliz com a visita de CDL. Vou debater com minha equipe, cuidadosamente, todos os pedidos feitos. De qualquer forma, vamos ver o que podemos fazer e garanto que, neste ano, não realizaremos aumentos de tributos”, finalizou Dorner.

Durante a reunião o presidente Marcos Antônio Alves apresentou todo o trabalho feito pela diretoria e equipe de colaboradores e colocou a entidade à disposição do prefeito e secretariado para que uma seja realizada “uma excelente gestão e por fim desejou sucesso”.

A diretoria da CDL também ficou a par dos planos do prefeito para os próximos meses, mostrou a campanha de conscientização da Covid-19 que está sendo veiculada, e a resposta do senador Carlos Fávaro ao pedido de apoio para reativação dos leitos de UTI no hospital regional.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)