Política

Câmara reprova permanência de Jaime Dallastra para continuar presidindo a AGER Sinop

Os vereadores rejeitaram, ontem, em sessão ordinária, o pedido da prefeita Rosana Martinelli para reconduzir o presidente da AGER (Agência de Regulação de Serviços), Jaime Dallastra, que é seu irmão. Foram 9 votos contrários – Dilmair Callegaro, Adenilson Rocha, Joacir Testa, Hedvaldo Costa, Billy Dal’Bosco, Leonardo Visera, Lindomar Guida, Ícaro Severo (PSL) e Ademir Debortoli. 5 vereadores votaram favoráveis.

Com a decisão, deve ser indicado outro nome para presidir a agência regula serviços de água, esgoto, lixo, transporte público e, dentre suas atribuições, autorizar ou não reajuste das tarifas. O mandato de presidente da agência tem que ser apreciado pelo legislativo e a duração é de dois anos. Em maio de 2018, Jaime havia sido aprovado para presidir a agência, foi aprovado e houve 3 votos contrários.

Jaime estava no cargo desde junho de 2018 (depois de ter sido secretário de Governo) e, se aprovado, poderia exercer a presidência por mais dois anos.

O vereador Adenilson Rocha, que foi contrário, explicou que na primeira indicação, há dois anos, foi contrário. Ele apontou “é nepotismo” a presidência da AGER ser exercida pelo irmão da prefeita.

Dilmair Callegaro, que também foi contrário, disse que havia insatisfação com o atual presidente diante de várias situações, “dentre elas em relação ao contrato com as concessionária de águas”que precisa ser revisado para melhorar os serviços prestados para a população e o “fato do próprio irmão da prefeita estar à frente do comando da agência também não deixa de ser nepotismo”.

Billy Dal Bosco, também contrário, manifestou que “tem respeito por Jaime, a quem conheço por vários anos, mas nesse momento não posso ir contra meus princípios e essa Casa (câmara) porque há uma CPI (que investiga supostos casos de nepotismo) e seria incoerente da minha parte e não poderia votar contra meus princípios”.

Além de Sinop a AGER Sinop presta serviços para mais sete municípios –  Arenápolis, Carlinda, Guarantã do Norte, Marcelândia, Matupá, União do Sul e Vera.

 

 

Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)