Polícia

Superintendente, gerente e 3 ex-gerentes do Ibama são presos pela PF em Sinop

Além do superintendente estadual do Ibama em Sinop, Hugo Werle, também foram presos em Sinop a gerente do Ibama, Ana da Riva e 3 ex-gerentes do Ibama em Sinop: Carlos Henrique Bernardes, Gleiçon Figueiredo e Guilherme Lima. Eles foram presos pela Polícia Federal que está fazendo a operação Currupira e cumpre mandado da Justiça Federal, que investiga irregularidades em desmatamentos cometidos por indústrias madeireiras e com envolvimento de servidores do Ibama. A Polícia Federal não descarta que alguns dos envolvidos estivessem sendo beneficiados por madeireiras nos esquemas fraudulentos de extração de madeira. Só Notícias apurou, com um advogado de um dos presos, que o caso está sob “segredo de Justiça”.

A Policia Federal está cumprindo ordem do Juiz Federal da 1ª Vara de Mato Grosso, Julier Sebastião da Silva, de 127 (cento e vinte e sete) mandados de prisão e 185 (cento e oitenta e cinco) mandados de busca e apreensão, em diversos Estados .
A Justiça Federal encaminhou nota ao Só Notícias informando que ” são mais de 400 (quatrocentos) agentes federais mobilizados para cumprir a mega operação que envolve desvios de madeira, efetuados com a existência de grandiosa organização delitiva composta por servidores do IBAMA, madeireiros e despachantes, cuja atuação envereda-se para a falsificação de Autorizações para Transporte de Produtos Florestais – ATPF, adulterações de ATPF’s verdadeiras, criação de empresas fantasmas com a única finalidade de adquirir ATPF’s, declaração falsa de servidores quanto a dados cadastrais de controle de estoque e de fiscalizações realizadas nas madeireiras,
recebimento de propinas por servidores entre outras coisas”.

Na casa do ex-chefe do Ibama Guilherme Lima (foto) foram apreendidas uma espingarda clibre 12, uma pistola, um revólver, um computador e uma moto serra.
Até agora são 13 pessoas que estão presas em Sinop por determinação da Justiça Federal. Todos foram encaminhados para o fórum. Há pelo menos mais 4 mandados de prisão para serem cumpridos. Em todo o Estado seriam mais de 80 mandados.

Mais informações, em instantes.