Polícia

Sorriso teve 30 homicídios ano passado e Polícia Civil esclareceu 67%

Os dados divulgados pela Polícia Civil, através da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, apontaram que foram registrados 30 assassinatos em 2021. O número é o mesmo de 2020, demonstrando comportamento de estabilidade entre os períodos.

Por outro lado, subiu consideravelmente o total de crimes contra a vida com inquéritos solucionados pelas equipes de investigadores, já que 2020 fechou com 53% (16) e ano passado com 67% (20).

Entre os crimes, 26 foram cometidos na cidade, sendo que 61% foram resolvidos. Este indicador apresentou diminuição em relação a 2020, quando todos os 30 foram no perímetro do município.

Por outro lado, houve aumento exponencial no índice no Distrito de Boa Esperança, que fechou 2021 com quatro assassinatos (em 2020 não houve nenhum). No entanto, todos foram solucionados pelos policiais.

No comparativo com 2017, a queda é superior a 37,5%, já que naquele ano foram registrados 48 assassinatos. Já 2018 fechou com 41 e 2019 com 29. Além de Sorriso e Boa Esperança, a delegacia é responsável por investigar crimes em Ipiranga do Norte.

Atualmente, Sorriso tem índice de 29,41 homicídios para cada 100 mil habitantes. O número ainda está acima do padrão considerado aceitável pela Organização das Nações Unidas que é de 10 homicídios. Por outro lado, em 2017 já esteve em 50,5 assassinatos.

Atualmente, a DHPP no município é comandada pelo delegado José Getúlio Daniel. A divisão foi implantada em 2017.

Só Notícias/Luan Cordeiro e Lucas Torres, de Sorriso (foto: Só Notícias/Lucas Torres)