Polícia

Sinop: polícia aguarda liberação contatos telefônicos de piloto desaparecido

A Polícia Civil aguarda a liberação dos contatos telefônicos do piloto Cleverson de Souza, que estava no avião monomotor prefixo NTR-PT, desaparecido desde o dia 14 de janeiro, após decolar em Tangará da Serra, para continuar as investigações. A quebra de sigilo foi autorizada no último dia 05.

Após ter a lista em mãos, o delegado que conduz as investigações, Richard Damasceno, deve pedir quebra de sigilo dos números para localizar as pessoas com quem Cleverson manteve contato e buscar mais informações se ele planejava fazer outra viagem antes de vir para Sinop, no dia em que desapareceu.

Há suspeitas que ele mudou a rota, já que teria dito para outras pessoas que faria um frete para Barra do Bugres. Uma das hipóteses para o desaparecimento é o roubo da aeronave, que deveria pousar em Sinop no mesmo dia, mas não foi mais vista. Familiares do piloto, que residem em Sorriso, estão no aguardo de informações.

O proprietário do monomotor, o empresário sinopense Jocemar Petroski, também não conseguiu mais contato com Cleverson, que vinha trabalhando com ele nos últimos dois anos. Durante as buscas pela aeronave, após o desaparecimento, a FAB não encontrou nenhum vestígio de queda na rota entre os dois municípios.