sábado, 13/abril/2024
PUBLICIDADE

Seis presos por furtos e venda de produtos ilícitos pela internet em Sorriso

PUBLICIDADE
Redação Só Notícias (foto: assessoria)

Seis pessoas suspeitas de envolvimento em crimes de furtos a residência e receptação de material furtado foram presas em flagrante pela Polícia Civil, ontem. Os produtos eram comercializados em plataformas na internet. Os suspeitos foram localizados em uma residência com vários objetos de origem ilícita e foram autuados em flagrante por furto qualificado pelo rompimento de obstáculo e concurso de pessoas, receptação qualificada pelo exercício de atividade comercial clandestina e associação criminosa.

As investigações começaram mês passado após uma série de furtos a residência e, com base no último, na sexta-feira (29), os policiais conseguiram identificar três autores dos furtos, com diversos objetos pertencentes das vítimas. No local, também foram encontrados três receptadores, responsáveis por revender os objetos furtados mediante exposição em plataforma de rede social. Os seis suspeitos foram conduzidos à delegacia e autuados.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Paulo César Brambilla, estima-se que eles tenham cometido, ao menos, seis furtos na cidade. “Ao final do procedimento de flagrante, também foi representado ao Poder Judiciário pela decretação da prisão preventiva de todos os envolvidos, considerando a reiteração delitiva dos agentes”, disse o delegado.

Receba em seu WhatsApp informações publicadas em Só Notícias. Clique aqui. 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Dois são detidos por tentativa de homicídio durante invasão a residência no Mato Grosso

Dois adolescentes, de 15 anos, foram detidos por policiais...

Operação lei seca no Mato Grosso tem 12 presos e 61 veículos apreendidos

A Polícia Militar deteve 12 motoristas durante fiscalizações da...

Preso em MT acusado de abusar das próprias filhas e engravidar uma

Investigadores da Polícia Civil cumpriram, ontem, o mandado de...
PUBLICIDADE