Polícia

Reforma na cadeia de Peixoto de Azevedo deve iniciar no próximo mês

O secretário Estadual de Segurança, Célio Wilson informou que a reforma do prédio, que deve iniciar no mês que vem. Em parceria com a Prefeitura Municipal e a Secretaria Estadual de Segurança, serão investidos cerca de R$ 92 mil. Hoje, a cadeia está em estado lastimável, todas as paredes têm infiltração, a rede elétrica e hidráulica precisa ser trocada e todas barras de ferro estão se desprendendo por causa umidade.

“Acredito que com esta visita do secretário a reforma vai sair do papel. Eles conheceram a real situação que nós estamos enfrentando, os engenheiros ficaram de boca aberta quando viram o prédio”, disse ao Só Notícias, a diretora da cadeia, Francisca Teixeira Erran.

Segundo ela, a prefeitura está empenhada no projeto para buscar mais segurança ao município. A cadeia tem 5 celas, mas uma das celas está interditada por causa da umidade. Na última rebelião que teve, os presos destruíram todas as barras de ferro. Não tem condições de um ser humano ficar lá dentro”, salientou Francisca.

Ao todo 37 homens e uma detenta estão presos. “Nossa média é de 50. Temos 37 porque alguns foram transferidos para os presídios de Cuiabá”, afirmou. Só Notícias apurou que a reforma deve ser concluída em aproximadamente 3 meses. Só neste ano foram duas fugas. Na semana passada ouve outra tentativa, esta foi contida pela Polícia Militar.

“Agora com o apoio que estamos recebendo do novo comandante tenente coronel Valdemir Barbosa a situação vai melhorar. Ele disponibiliza todos os dias dois de seus homens para reforçar a segurança da cadeia”, finalizou Francisca.