Polícia

Quadrilha que assaltou banco no médio-norte queimou um dos carros usados na fuga

As polícias Militar e Civil continuam a procura pelos quatro homens que assaltaram ontem, a agência do Banco do Brasil de São José do Rio Claro (70 km de Nova Mutum). Os ladrões, segundo informações da PM, estavam armados com fuzis e, após roubarem a agência, levaram como reféns um policial militar, um agente prisional e funcionários do BB, liberados antes de alcançarem um rio da região.

Um dos automóveis utilizado pelos bandidos foi incendiado próximo ao rio Arinos, em uma estrada que dá acesso a Nova Mutum. Segundo a polícia, a quadrilha teria fugido de barco rio acima. A suspeita é de que eles tenham entrado na mata alguns quilômetros depois.

Policiais foram designados pelo Comando da região para tentar recapturar os assaltantes. Eles contam com o apoio de homens do Batalhão de Operações Especiais (BOpE), e do Águia 2, do Comando Integrado de Operações Aéreas (CIOpAer).