Polícia

Quadrilha pode ter ligação em asssaltos a casais em Sinop e Sorriso

Está praticamente confirmada a autoria de cinco assaltos da quadrilha ‘desmantelada’, em Sinop, no último final de semana. Segundo a delegada Maria de Fátima Moggi, os crimes tem o mesmo ‘modus operandi’ e as vítimas estão fazendo o reconhecimento.
Um dos assaltos aconteceu em Sinop. Um casal foi rendido próximo a catedral, no centro da cidade, e levado para um mato. A jovem chegou a ser abusada pelos assaltantes e uma moto foi levada. “O jovem já reconheceu um dos acusados”, destacou Moggi.

Outro assalto que deve ter a participação do grupo aconteceu em Sorriso, com, as mesmas características. Um casal estava em uma caminhonete, quando foi abordado por dois homens armados. O rapaz conseguiu conseguiu fugir e a jovem foi localizada horas depois. Ela foi agredida pelos assaltantes.

A caminhonete foi abandonada sem as rodas. “Nós encontramos com o grupo o celular da jovem, com a foto dela, também a mochila dela e os pneus, que foram roubados da caminhonete da vítima, estavam em outro veículo, apreendido com o grupo”, explicou a delegada.

Uma das caminhonetes localizadas com o grupo também tinha sido roubada de uma mulher, em Lucas do Rio Verde. Parte das mercadorias apreendidas também já foi devolvida para um representante comercial de Pontes e Lacerda, que foi vítima dos assaltantes no último dia 25. Ele foi rendido próximo à ponte da MT-220. Os assaltantes o amarraram e o levaram até Lucas do Rio Verde, onde “depenaram” o veículo e a carga, avaliada em cerca de R$30 mil.

Um assalto em uma livraria em Porto dos Gaúchos também pode ter ligação com a quadrilha, bem como outros assaltos em fazendas da região. Até o momento quatro pessoas estão presas em Sinop. “Já estamos encaminhando os pedidos de prisão preventiva e busca de outros integrantes”, concluiu a delegada. Pelo menos 10 pessoas continuam foragidas.