segunda-feira, 20/maio/2024
PUBLICIDADE

Presos três suspeitos de envolvimento em execução de homem carbonizado em Sorriso

PUBLICIDADE
Só Notícias/Ana Dhein com Lucas Torres, de Sorriso (foto: Só Notícias/Lucas Torres/arquivos)

Três homens foram presos pela Polícia Civil, esta manhã, no bairro Morada do Sol. Eles são suspeitos de envolvimento na execução de um homem que teve o corpo carbonizado dentro de um veículo, no sábado. Conforme o delegado Bruno França, assim que as diligências foram iniciadas, foi notado “um trajeto anômalo feito pela vítima, entre o local de sua saída e o local da desova do corpo.”  “Dando continuidade, investigadores conseguiram identificar que esse desvio havia sido feito para parar numa residência de criminosos já conhecidos pelo Polícia Civil. Um deles, inclusive, já tinha sido investigado por homicídio no ano passado. A polícia, então, realizou a abordagem desses criminosos, momento pelo qual foram presos porque eles portavam consigo os vídeos da execução nos quais eles são identificados no vídeo, facilmente identificáveis.” 

“No momento, considerando-se tratar de um crime cometido no contexto de grupo criminoso, eu dei voz de prisão por integrar a organização criminosa para os três indivíduos e estamos aqui confeccionando boletim de ocorrência, eles já confessaram o crime até o momento se recusam a dizer quem são os mandantes, a gente sabe que é o pessoal da chefia da organização criminosa”, explicou o delegado. 

Ainda segundo Bruno,  “tem mais gente envolvida tanto na parte de logística, quanto na parte de ordem, de comando e o trabalho da Polícia Civil segue, a gente começa a dar pelo menos uma primeira resposta para a sociedade, para a família da vítima desse crime que foi bem bárbaro”. “Na verdade a Polícia Civil, a gente já sabia o motivo do crime, a gente tinha alertado a vítima para que deixasse a cidade porque seria morta. Nós tínhamos informação que eles estavam tentando matá-lo porque ele havia denunciado alguns criminosos da organização que ele mesmo participava, e a prova disso é que no momento da execução foi colocada um cadeado na boca da vítima claramente em alusão ao fato de ele estar falando coisas que não deveria falar”, afirmou o delegado, em entrevista coletiva.

Receba em seu WhatsApp informações publicadas em Só Notícias. Clique aqui. 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Jovem é detido por perturbação de sossego com som automotivo no Nortão

A Polícia Militar prendeu o jovem, de 18 anos,...

Motocicleta apropriada por ex-funcionário de empresa é recuperada pela polícia em Lucas

Uma motocicleta, produto de apropriação indébita por parte do...

Três motociclistas acusados de direção perigosa em rodovia são presos em Nova Mutum

A Cavalaria da Polícia Militar deteve três motociclistas, ao...
PUBLICIDADE