Polícia

Presos engolem celular, carregador, isqueiro e pen drive no presídio em Sinop

Parte dos reeducandos do presídio Ferrugem passou por detectores de metal, neste domingo, e os agentes constataram objetos no corpo em pelo menos cinco deles, que foram encaminhados ao hospital regional e o exame de raio-x constatou que um estava com massa epóxi, normalmente utilizada para esconder buraco na parede, outro preso expeliu um mini celular e confessou que havia engolido um isqueiro. O outro estava com celular, carregador e pen drive. Outros dois foram examinados mas não havia nada errado.

Os presos foram para celas individuais ficando a disposição da direção para que as medidas necessárias sejam tomadas. Todos os calções dos presos também passaram por raio-x na unidade e dentro de um deles também foi encontrado um mini celular.

No final do mês, um preso, de 25 anos, teve que expelir um mini celular e uma ‘espécie’ de carregador que havia engolido, porém não quis ir ao Hospital Regional de Sinop. Os agentes usaram detector de metal e suspeitaram que tivesse ingerido celular. Quando decidiram encaminhá-lo para exame, confessou que havia engolido o pequeno telefone e carregador.

Consta no boletim de ocorrência que, durante procedimento de revista, os agentes encontraram 15 porções de maconha no raio Azul e ninguém se declarou dono da droga. Os reeducandos foram colocados de volta na cela e passaram pelo detector.

Só Notícias/David Murba (foto: assessoria/arquivo)