terça-feira, 21/maio/2024
PUBLICIDADE

Presos acusados de participarem na morte de servidora pública em MT

PUBLICIDADE

Policiais civis prenderam dois homens, 24 e 44 anos, hoje, em Sapezal (480 quilômetros a Noroeste de Cuiabá), suspeitos de envolvimento na morte da servidora pública Valquíria Alves Ferreira Boscardin, 42 anos. O crime ocorreu no dia 9 deste mês, em Nova Olímpia. O delegado Nelder Martins Pereira disse, ao Só Notícias, que um deles foi encontrado em casa e o outro, quando ia receber uma carta de admissão em uma empresa. A prisão preventiva deles deve ser requerida à justiça. Um terceiro homem, ex-marido da vítima, apontado como mandante do crime, ainda é procurado.

O delegado afirmou que os policiais conseguiram chegar aos dois suspeitos a partir dos trabalhos de investigação desenvolvidos na unidade local e também do núcleo de inteligência de Tangará da Serra. “Em depoimento, eles negam o crime. No entanto, são muito contraditórios. Apesar disso, temos indícios suficientes que tiveram participação direta. Vamos requerer a prisão preventiva deles e dar prosseguimento ao inquérito. Temos mais 30 dias [para concluí-lo]. Ainda falta pegar o mandante, ex-marido da vítima”, acrescentou, apontando que a motivação do crime estaria ligada a ciúmes.

Valquíria foi morta com três disparos quando saía de uma igreja evangélica. Informações levantadas pela Polícia Civil apontam que ela foi tocada por alguém no ombro e ao se virar foi alvejada um tiro na cabeça. Quando caiu, foi alvo de outros dois disparos em outras partes do corpo. Familiares realizaram o velório dela no meio de uma rua, em protesto contra a violência.

O delegado afirmou que desde o crime, a “Operação Não Matarás” foi desencadeada na região.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Polícia recupera moto furtada em empresa e prende suspeito em Alta Floresta

A vítima, de 51 anos, declarou à Polícia Militar,...

DHPP prende acusado de matar jovem a tiros em Sinop

Investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa...
PUBLICIDADE