Polícia

Preso em Sinop é considerado um dos “generais” do PCC

O presidiário Lamarque Silva Peixoto, transferido do presídio Pascoal Ramos, de Cuiabá, há cerca de dois meses, para o presídio delegado Ferrugem em Sinop, foi apontado pelo Serviço de Inteligência da Polícia Civil como um dos “generais” do ‘Primeiro Comando da Capital’ (PCC), facção criminosa responsável pela série de atentados realizados no Estado de São Paulo.

Lamarque foi transferido do Pascoal Ramos justamente porque seu contato com outro “general” do PCC estava muito intenso. As informações foram divulgadas hoje pelo Diário de Cuiabá. O segundo líder é Marco Willian Herbas Camacho. Os contatos ocorreram há cerca de dois meses e, a partir daí, houve a necessidade da transferência para a Penitenciária Regional de Sinop.

“Pelo fato do Lamarque ser o general, ele teve que ser transferido (da Penitenciária de Pascoal Ramos) junto como o Bugrão para evitar que o comando do PCC se alastrasse no Estado”, disse um policial do Serviço de Inteligência. Além de Lamarque, foram transferidos um preso identificado como “Bugrão” e Fausto Fernandes Durgo Filho, o “Faustão”, também apontado como integrante do PCC.

Considerado de alta periculosidade, Lamarque veio transferido no ano passado – junto com “Bugrão” – da Penitenciária Regional de Campo Grande para Cuiabá.