Polícia

Preso acusado de atirar em namorada em MT após ver mensagens no celular

A Polícia Civil de Juína (735 km a Noroeste de Cuiabá) prendeu o suspeito de tentar matar a tiros a namorada, de 37 anos, após desentendimento ao ler mensagens no celular dela. O suspeito, que tem 38 anos, estava com ordem de prisão expedida pela justiça, a pedido do delegado Marco Bortolotto Remuzzi. Ele foi encontrado em um sítio, estava com revólver calibre 38, que será periciado para verificar se pode ter sido utilizado na tentativa de homicídio e também foi autuado em flagrante por posse irregular de arma.

A vítima e o suspeito tinham um relacionamento recente -cerca de 3 meses- mas ele já tinha demonstrado comportamento agressivo e ciumento. Em uma festa, teria visualizado uma mensagem no celular da namorada e, em seguida, partido em sua direção, a empurrado e se negando a devolver o celular. "Ele ainda investiu em sua motocicleta contra a mulher buscado “prensá-la” no muro, não conseguindo por ter caído".

O suspeito retornou à casa da vítima às 4h da manhã na última segunda-feira mas ela não abrir o portão. Ele então fez  três disparos do lado de fora. Um dos tiros atingiu de raspão o lado esquerdo do abdômen da mulher, que caiu, desmaiada.

A mulher que o abrigou, na comunidade, após o crime, deve responder pelo crime de favorecimento pessoal.