Polícia

Policial e mais 3 serão denunciados por latrocínio e formação quadrilha em Alta Floresta

O delegado Mario Rezende confirmou, agora há pouco, que vai concluir hoje à tarde e encaminhar ao Judiciário o inquérito da execução do balseiro Ailton Limeira dos Santos, 44 anos, semana passada, em Alta Floresta. Quatro serão indiciados por latrocínio e formação de quadrilha, dentre eles o agente policial Telmo Luciano Guimbor e Cristiano Teixeira do Nascimento que estão presos desde o último dia 28. Só Notícias apurou que também serão denunciados Junior Vieira Pereira e Serafim Ferreira de Souza (Baiano), que estão foragidos. O carro que eles roubaram do balseiro, um VW Gol branco, ainda não foi localizado.

O policial Telmo Guimbor depôs, esta semana e, segundo o delegado, manteve-se em silêncio. ” Ele disse que vai responder em juízo”, explicou Rezende.
Não está descartada a possbilidade do carro do balseiro ter sido levado para a Bolívia e trocado por drogas.

Relembre o caso
Junior, Cristiano e Serafim chegaram na balsa de Ailton, no último dia 27, às 18:00hs, e simularam defeito no carro. Pediram ajuda para o balseiro, que mora às margens do rio. Ailton foi em sua casa e comentou com a empregada que tinha ido pegar uma corda para ajudar o Junior, que estava com o carro quebrado. Quando o Ailton voltou ele foi dominado pelo bando, amarrado e colocado em seu próprio carro e levado até o local onde foi assassinado. O acusado Cristiano Teixeira do Nascimento foi o primeiro a ser preso e apontou o envolvimento dos demais. O carro que eles usaram para chegar até a balsa pertence ao policial Telmo Guimbor.
Cristiano disse que dirigiu o carro do policial e outro acusado dirigiu o carro de Ailton, com ele no porta-malas, amarrado. A execução do balseiro foi na ponte do Rio do Táxi. Ele teria levado pelo menos 3 tiros, foi jogado no rio e o corpo sendo encontrado na quinta-feira.