Polícia

Polícia prende e autua indígena por morte de adolescente no Nortão

Um indígena, de 18 anos, acusado de ser o responsável pela morte de sua companheira, que também índia, de 14 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Civil, esta tarde, poucas horas depois do crime ocorrido em Juara (300 quilômetros e Sinop), ontem.

O suspeito foi autuado homicídio simples da jovem. O fato ocorreu em meio a área de floresta, próximo da Aldeia Indígena Mayro. A aldeia localizada a cerca de 70 quilômetros da cidade e o acesso é por um trecho de 50 km de estrada de terra e mais uma hora de barco.

O casal da mesma etnia e vivia um relacionamento conjugal há cerca de um ano. A menor morreu após ser atingida na face por um disparo de espingarda calibre 32, efetuado acidentalmente pelo companheiro. O irmão da vítima estava no momento dos fatos e presenciou todo o ocorrido. Após efetuar o disparo que atingiu a jovem, os dois (autor e o irmão) a socorreram de embarcação até a aldeia para atendimento médico, porém a menor indígena não resistiu ao ferimento e morreu antes de chegar ao atendimento.

De acordo com o delegado de Juara, Carlos Henrique Engelmann, depois de detido o suspeito foi encaminhado para delegacia onde foi interrogado. “Em depoimento, o jovem indígena alegou que acreditava que arma de fogo estivesse descarregada, e que não tinha intenção de matar a companheira, a quem disse que amava”.

Em seguida o conduzido foi autuado em flagrante por homicídio simples, e posteriormente encaminhado para Cadeia Pública ficando à disposição da Justiça.

Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)