Polícia

Polícia Militar apreende redes de pesca predatória no Teles Pires em Sorriso

A Polícia Militar fez fiscalização, ontem, ao longo do rio Teles Pires e recolheu cinco redes e um espinhel utilizados em pesca predatória, que foram destruídos. A população ribeirinha também foi informada quanto a crimes ambientais e orientada a denunciar qualquer irregularidade que presenciem às margens do rio.  

“Estamos fazendo fiscalização, tirando espinhéis, redes e fazendo a inutilização para pesca predatória. Vamos evitar fazer isso para conservar nossa natureza, os peixes e todos os animais que ficam próximo ao Teles Pires”, disse o tenente coronel Jorge Almeida.  

O coordenador do Núcleo Integrado de Fiscalização, Reinaldo Nunes emendou que “todo o pescador consciente deve denunciar essa prática. Isso que acaba com os peixes. Daqui a pouco não teremos mais peixes no rio e a pesca legal fica comprometida. Denunciem”.

Conforme Só Notícias já informou, o período de defeso da piracema no Estado ocorrerá de outubro até janeiro do próximo ano. O calendário foi definido pelo Conselho Estadual da Pesca, ontem, com base em um estudo que monitora há 17 anos os peixes das três Bacias Hidrográficas do estado – do Paraguai, Amazonas e Araguaia-Tocantins.

O estudo apresentado pela conselheira Lúcia Mateus, professora do Instituto de Biociências da Universidade Federal de Mato Grosso , bióloga, doutora em Ciências Biológicas e Zoologia, aponta que a atividade reprodutiva dos peixes em Mato Grosso é mais presente neste período.

Redação Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)