Polícia

Polícia mantém cerco a bandidos que assaltaram banco no médio-norte

Policiais militares mantém o cerco na região de Nova Mutum, aos bandidos que assaltaram esta manhã, o Banco do Brasil em São José do Rio Claro (70 km de Nova Mutum). Uma das hipóteses é que os bandidos tenham fugido pelo rio Arinos, já que abandonaram os veículos utilizados na fuga. Três equipes de Sorriso estão reforçando a perseguição à quadrilha. Um helicóptero da Polícia Militar também participa das buscas.

São quatro bandidos. Eles chegaram e renderam dois agentes prisionais que estavam em um posto. Depois, seguiram para o banco, no centro da cidade. Dois, usando capuzes pretos, ficaram do lado de fora apontando metralhadoras para dois vigias, um soldado da PM e pelo menos 2 clientes. Outros dois assaltantes entraram na agência para pegar o dinheiro.

Dois soldados e funcionários do banco foram levados como reféns e liberados pouco tempo depois, em uma ponte, a poucos kilômetros da cidade. O valor levado ainda não foi informado.