Polícia

Polícia localiza jovem que mora em MT, estava ‘sumido’ há 17 dias e alega ter ido conhecer ‘uma pessoa’

Policiais civis do Núcleo de Pessoas Desaparecidas da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa localizaram o adolescente, de 17 anos, que ficou mais de dez dias desaparecido. Com o rastreamento de aplicativos de encontros e com outros passos da investigação, eles descobriram que o jovem seguia, de carona, de Mato Grosso do Sul para Várzea Grande, desembarcou próximo ao Trevo do Lagarto e solicitou um carro de aplicativo de viagem e iria para casa.

A Polícia Civil informa que, segundo o familiar com quem morava, teria saído de Várzea Grande e dito que iria encontrar uma pessoa que conheceu por meio de um aplicativo de encontro. Com base nessas informações o Núcleo de Pessoas Desaparecidas realizou diversas buscas de informações a diversos aplicativos que poderiam estar sendo usados por ele de dados de pessoas com quem ele estaria conversando.

Hoje, os investigadores do NPD conduziram o menor à Delegacia de Homicídios de Cuiabá para prestar esclarecimentos e alegou que desligou o celular, não quis dar notícias aos familiares, pois ficou com medo. Ele disse ainda que havia vendido seus aparelhos e equipamentos do curso de cabeleireiro para conseguir dinheiro. Durante o período em que esteve desaparecido, ele relata que se deslocou de uma cidade para outra pedindo carona nas rodovias. O caso será agora encaminhado ao Conselho Tutelar de Várzea Grande.

Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)