Polícia

Polícia identifica acusados de matarem homem com  pedradas na cabeça em Alta Floresta

Uma mulher e dois homens foram identificados pela Polícia Civil. Eles são acusados de matarem Fernando Pires de Mello, 28 anos, que foi encontrado com várias lesões na cabeça, no dia 11 agosto, em um matagal às margens de uma estrada que liga o bairro Boa Esperança ao setor de chácaras em Alta Floresta. No local, também foram encontradas duas pedras sujas de sangue que possivelmente foram utilizadas para golpear a vítima.

Segundo as investigações o crime foi cometido a mando de uma facção criminosa, pelo fato de a vítima ter descumprido regras impostas pelo grupo. A mulher é apontada como uma das líderes do grupo criminoso e a mandante do crime. Já os dois homens foram o executores de Fernando

De acordo com o delegado, Pablo Carneiro, durante as investigações foi identificado que a vítima era membro da facção criminosa e teria recebido ordens dos líderes do grupo, para não frequentar mais o bairro Vila Nova, após se envolver em confusões na região.

“Como a vítima não obedeceu as ordens, a suspeita determinou que outros dois integrantes aplicassem o castigo, conhecido como ‘salve’, dentro da facção”, disse o delegado.

Com base nos levantamentos, o delegado representou pela prisão preventiva dos suspeitos, as quais foram decretadas pela Justiça. A mulher e um dos suspeito já estavam presos por outros crimes e tiveram os mandados de prisão cumpridos dentro das respectivas unidades prisionais. O terceiro suspeito, continua foragido e é procurado pela polícia.

Redação Só Notícias