terça-feira, 28/maio/2024
PUBLICIDADE

Polícia identifica 4 receptadores de armas apreendidas em MT

PUBLICIDADE

A Polícia Civil já identificou 4 suspeitos de envolvimento no tráfico de armamento pesado que saiu de Rondônia e teria como destino o Rio de Janeiro, usando Mato Grosso como rota. Dois suspeitos foram identificados em Ji-Paraná (RO) e outros 2 em Juiz de Fora (MG), que seriam supostamente os receptores dos 5 fuzis, 2 carabinas, carregadores e pelo menos 2 mil munições apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Primavera do Leste na terça-feira (20).

Após interrogar o mecânico Vanderlei de Souza, preso em flagrante pela PRF, o delegado Rafael Possari, de Primavera, conseguiu informações sobre os suspeitos. Confirmou ainda o local de entrega das armas, que seria o posto de combustíveis Ipirangão, distante cerca de 35 km de Juiz de Fora. A empresa existe e a Polícia do Rio já foi informada.

A cada dia de investigação aumentam as suspeitas do delegado de que os fuzis seriam levados para o Rio de Janeiro e o destino final seriam os traficantes de drogas. As armas, de longo alcance, são capazes de derrubar helicópteros. Embora Vanderlei alegue que não conhece e nunca visitou o Rio de Janeiro, o delegado encontrou em poder dele diversos cartões de visita de mecânicos daquela cidade.

A segunda hipótese provável, conforme o delegado, é que as armas fossem usadas para assaltos a bancos, promovidos por quadrilhas organizadas. Além de longo alcance, as armas são difíceis de portar e não são apropriadas para crimes como assaltos ou roubos.

O armamento continua em Cuiabá, para perícia. O objetivo é descobrir se as armas são nacionais, ou de fabricação e origem estrangeira. Nesse caso, o inquérito deve ser transferido para a Polícia Federal. Conforme o delegado, Vanderlei já foi indiciado por crime de porte de arma e munições de uso restrito, cuja pena prevista varia de 3 a 6 anos de prisão. Pelo serviço, o transportador alegou que receberia R$ 10 mil.

A apreensão ocorreu durante fiscalização de rotina da PRF. O que chamou a atenção dos policiais foi a placa do veículo, de Rondônia. Durante a revista, os policiais perceberam que o teto do veículo estava com uma pintura diferente. No primeiro momento, os policiais rodoviários suspeitaram de drogas, mas após pressionarem Vanderlei, ele falou que transportava armas. A apreensão ocorreu na BR-070. De acordo com Vanderlei, essa seria a terceira vez que ele atravessaria o Estado com armas desse porte.

 

 

 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Inaugurada sede da Força Tática em Sorriso

A sede da equipe de Força Tática da Polícia...

Carreta roubada é recuperada em Vera; motorista rendido em Sorriso e mantido por 24h em cárcere

Policiais militares recuperaram, ontem, uma carreta Scania, branca, carregada...
PUBLICIDADE