Polícia

Polícia Federal prende em Sinop acusado de fraude para requerer benefícios previdenciários

O delegado Polícia Federal, Samir Zugaibe confirmou, há pouco, ao Só Notícias, que uma pessoa foi presa acusada de fraudar documentos públicos para requerer benefícios assistenciais e previdenciários durante cumprimento de mandado de busca, apreensão e de prisão preventiva expedidos pela Justiça Federal.

De acordo com o apurado nas investigações até o momento, CPFs, RGs, certidões de nascimento e registros administrativos de indígenas, entre outros documentos, foram falsificados para que índios  pudessem pleitear junto à Previdência Social a concessão dos benefícios de aposentadoria rural e salário maternidade.

Ainda de acordo com a PF, as fraudes consistiam especificamente na falsificação dos documentos para que as mesmas pessoas pudessem requerer vários benefícios ao mesmo tempo.

Os pedidos de benefícios assistenciais e previdenciários eram protocolados em diversas agências da Previdência Social de municípios do Nortão e região sul do estado do Pará para dificultar a identificação das fraudes.

Durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidos diversos documentos relacionados com as investigações e o principal responsável pelas fraudes, que não é indígena.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: Só Notícias/arquivo e assessoria)