Polícia

Polícia estoura galpão e apreende mais de R$ 1 milhão em remédios roubados

Uma quadrilha que comercializava medicamentos, possivelmente roubados, alguns até do próprio Governo, também agia, segundo a Polícia, em pelo menos sete Estados brasileiros. Hoje a Polícia descobriu um galpão onde estavam escondidos mais de R$ 1 milhão remédios, até então clandestinos. O galpão foi estourado por decisão da Justiça.

O galpão, segundo o investigador Edson Leite, chefe de operações da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Várzea Grande (DRRF-VG) estava localizado no bairro Verdão, em Cuiabá.

A descoberta do galpão, segundo ainda a Polícia, só foi possível depois da prisão no início desta semana do o ex-policial Givanildo Gomes, Lisandro Paternez Martins e Ronaldo Lemes da Silva.

Os três se recusaram em ajudar as investigações da Polícia quanto a procedência do carregamento de remédios. Dois deles são procurados pela Justiça de outros Estados.

Segundo o chefe de operações da DRRF-VG, a quadrilha, cujos outros integrantes ainda são desconhecidos, abastecia os mercados dos estados de Mato Grosso, Pará, Goiás, Pernambuco, Rondônia, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul.

No local, segundo ainda o investigador Edson Leite, existiam medicamentos oficiais, só encontrados em postos de saúde do Governo. Agora a Polícia quer saber a procedência dos remédios.

“As investigações continuam, pois nossa meta agora é saber, não apenas a procedências dos medicamentos, mas como eles foram parar no galpão e também identificar os outros integrantes da quadrilha”, afirmou o investigador Edson Leite.