Polícia

Polícia de Mutum e Lucas ajudam na cassada a ladrões de banco em São José

As policiais de Diamantino, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde estão auxiliando nas investigações sobre o assalto ao Banco do Brasil de São José do Rio Claro, ocorrido ontem, por volta das 13:00h. Segundo um agente policial de Nova Mutum, foram montadas barreiras ao longo da BR-163, em pontos estratégicos, mas não conseguiram prender ninguém. O assalto foi praticado por 8 homens, fortemente armados, com fuzis, escopetas e outros tipos de armas.

Eles renderam funcionários e clientes e levaram cerca de R$150 mil. O grupo de assaltantes chegou a cidade em três veículos, sendo duas caminhonetes. Eles entraram na agência e renderam seguranças, clientes e funcionários. Quatro homens ficaram na rua em frente ao banco. Pouco depois começou a troca de tiros com policiais locais, que durou cerca de trinta minutos.

O grupo saiu da agência levando dois malotes com dinheiro e seis reféns, entre ele uma criança. Os bandidos, segundo a Polícia Civil, fugiram em direção ao município de Diamantino e cerca de 12 km depois, incendiaram uma das caminhonetes sobre a ponte do Rio Claro, com o objetivo de dificultar a perseguição. Os reféns foram deixados no local, sem ferimentos.