Polícia

Polícia Civil tem apenas 450 policiais para atender mais de 800 mil pessoas

O Governo do Estado desativou as Delegacias Distritais e algumas Especializadas antes de construir todos os Centros Integrados. O Governo está fazendo ainda pior, está construindo Centros Integrados antes de contratar mais investigadores, delegados e escrivães. Conclsuão: inquéritos e Boletins de Ocorrências (Bos), superlotam as Delegacias.

O caos está justamente nos números: 450 policiais para cobrir uma população de mais de 800 mil habitantes apenas nas regiões da Grande Cuiabá e da Baixada Cuiabana, sob a responsabilidade da Diretoria de Polícia Civil Metropolitana. .

Quem mais está sofrendo com as “lambanças” do Governo do Estado é a Delegacia Municipal. Funcionando num espaço acanhado, a Municipal, que antes cobria apenas a área central, hoje cobre mais de 100 bairros com mais de 200 mil habitantes.

Para se ter uma idéia do caos, a Municipal tem apenas nove investigadores, três delegados e cinco escrivães. Conclusão, o número de inquéritos triplicou, e as ocorrências estão se perdendo de vista, tantas são as registradas todos os dias, que superlotam as pequenas salas com menos de cinco metros quadrados cada uma.

Os policiais da Municipal silenciam diante do caos, mas a reportagem do Site 24 Horas News comprovou, “in loco”, que investigadores, delegados e escrivães se desdobram para manter o padrão de qualidade no atendimento e no andamento dos inquéritos, das investigações, das diligências e das prisões que não podem parar.

Questionado pela reportagem, o delegado Milton Teixeira, de 46 anos, titular da Diretoria Metropolitana confirma a existência de apenas 450 policiais para atender Cuiabá, Várzea Grande, Chapada dos Guimarães, Poconé, Planalto da Serra, Nova Brasilândia, Distritos da Guia, Bonsucesso e Capão Grande, Livramento, Santo Antonio de Leverger, e Barão de Melgaço incluindo ainda todas as Delegacias Especializadas da Grande Cuiabá, e as Distritais Municipais.

Teixeira concorda que a situação está difícil, mas garante que tudo está sendo feito para que o problema seja totalmente solucionado nos próximos meses. Lembra o delegado, que, além do concurso público já autorizado para a contratação de quase 1.000 policiais civis, também estão sendo construídos mais dois Centros Integrados, ambos em fase de acabamento e compra de móveis.

Além da Delegacia Metropolitana de Cuiabá, da Central de Várzea Grande e dos Centros Integrados do Coxipó e de Várzea Grande que já funcionam normalmente, até o final do ano estão sendo entregues mais dois Centros Integrados: um no bairro Planalto e outro no bairro Verdão, ambos em Cuiabá.

A meta, no entanto, segundo Teixeira, é a construção de mais dois centros Integrados em Várzea Grande: um no Grande Cristo Rei e outro na região do bairro Mapim. “A situação não é fácil. Sabemos que as coisas estão difíceis, mas também temos certeza que as coisas vão mudar nos próximos meses”, acredita Milton Teixeira.