domingo, 26/maio/2024
PUBLICIDADE

Polícia Civil prende principal suspeito de matar e ocultar cadáver de jovem em Mato Grosso

PUBLICIDADE
Redação Só Notícias (foto: assessoria)

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Alto Boa Vista e Núcleo de Inteligência da Regional de Confresa/Vila Rica, deflagrou hoje mais uma fase da Operação Tribunal Paralelo, para cumprimento de mandado de prisão temporária e preventiva, contra um integrante de facção criminosa. Ele é apontado como principal suspeito do homicídio e ocultação de cadáver de um jovem no município de Cocalinho (850 quilômetros de Cuiabá).

Segundo a Polícia Civil, o investigado de 21 anos, que ocupava o cargo de “matador” na organização criminosa, estava com os dois mandados decretados pela 1ª Vara Criminal de Água Boa, com base em investigações da Delegacia de Cocalinho, pelo crime de homicídio qualificado. O grupo criminoso investigado tem envolvimento em crimes de homicídio qualificado, tortura, corrupção de menores e organização criminosa. As ordens judiciais contra o criminoso foram cumpridas no município de Alto Boa Vista, após informações de que ele estaria na cidade para praticar mais um homicídio.

Com base nas informações passadas, as equipes policiais realizaram diversas diligências até encontrar o suspeito em uma residência da cidade, onde foi dado cumprimento às ordens judiciais. Segundo as investigações conduzidas pela equipe da Delegacia de Cocalinho, o suspeito preso hoje tem participação em diversas mortes e desaparecimentos ocorridos no município e teve o seu envolvimento identificado no desaparecimento do jovem Diogo Rosendo de Souza.

O jovem foi visto com parte dos criminosos investigados no dia 11 de novembro de 2023 e depois disso não retornou mais para casa. Com a prisão do foragido, cinco pessoas envolvidas no caso já foram presas e dois suspeitos continuam foragidos. Buscas são realizadas para a localização dos restos mortais da vítima.

Segundo a Polícia Civil, o grupo criminoso também teve participação na morte da jovem Vitória Régia Pereira de Santana, de 21 anos, ocorrido no mês de fevereiro, no bairro Alto Cocalinho. Na ocasião, a vítima foi executada com três disparos de arma de fogo. Duas semanas antes de ser morta, Vitória procurou a Delegacia de Cocalinho buscando auxílio, pois já tinha sofrido diversos castigos físicos dos criminosos.

A primeira fase da Operação Tribunal Paralelo foi deflagrada no dia 24 de fevereiro, pela Delegacia de Cocalinho, para cumprimento de 10 ordens judiciais, sendo cinco mandados de busca e apreensão, quatro de prisões temporárias e um de internação provisória de uma adolescente, envolvidos nos crimes de homicídio qualificado, tortura, corrupção de menores.

Receba em seu WhatsApp informações publicadas em Só Notícias. Clique aqui.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Discussão por causa de som alto termina com dois baleados em Sorriso

Um homem e uma mulher foram socorridos e encaminhados...

Jovem é preso com tabletes e porções de drogas em bairro de Sinop

A equipe de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas...
PUBLICIDADE