Polícia

Polícia Civil prende acusados de matar duas adolescentes em Mato Grosso; uma estava grávida

A Polícia Civil prendeu três homens acusados de envolvimento nas mortes de Marya Heduarda Magalhães Marçal e Taynara Inácio dos Santos. As duas jovens, ambas com 16 anos, foram assassinadas a tiros, em maio de 2019. Os corpos foram encontrados em uma plantação de algodão, em Sapezal (500 quilômetros de Cuiabá), dias após o desaparecimento das jovens. 

A equipe da Delegacia de Sapezal realizou os procedimentos no local e a perícia encaminhou os cadáveres, que já estavam em decomposição, para exame de necropsia, sendo posteriormente identificados. Exames atestaram que as vítimas foram mortas com disparos de arma de fogo e uma delas estava grávida.

A partir da investigação, a equipe da Polícia Civil reuniu diversas informações e exames que levaram aos autores do crime, dois deles ligados a uma facção criminosa. Os autores do duplo homicídio que vitimou tiveram as prisões temporárias cumpridas pela equipe de investigação da unidade policial. Segundo a Polícia Civil, um dos presos é o mandante do crime. Os outros seriam dois executores do homicídio das adolescentes.

O delegado de Sapezal, Herbert Hugo Montenegro, explicou que restam alguns pontos da investigação para serem esclarecidos e, após a conclusão do inquérito, a Polícia Civil encaminhará representação à Justiça pela conversão em prisão preventiva dos investigados.

Redação Só Notícias (foto: Só Notícias/Lucas Torres)