Polícia

‘Piratas da lavoura’: recambiados para Cuiabá 2 presos em Sorriso

Já estão em Cuiabá os dois acusados de participarem de uma quadrilha de revenda de agrotóxicos contrabandeados do Paraguai, que foram presos ontem, em Sorriso, pela Polícia Federal. A operação ‘Piratas da Lavoura’ foi desencadeada pela delegacia de Guaíra (PR) em quatro Estados. Em Mato Grosso, conforme Só Notícias informou em primeira mão, foram expedidos somente dois mandados de prisão e busca e apreensão contra Jacob Salomão Filho e Sidnei Vitorino da Rocha. Segundo a PF, nas casas dos dois foram apreendidos aproximadamente 10 kg de agrotóxicos, documentos falsos, um revólver calibre 38 e uma pistola 380. Eles são acusados de estarem revendendo os produtos na região.

Outros 38 mandados de prisão e de busca e apreensão foram emitidos. A quadrilha atuava a partir da aquisição, no Paraguai, de venenos de fabricação chinesa, vendidos livremente no país, seguindo para o ensacamento ainda em território paraguaio, mas com embalagens fabricadas em Maringá (PR) e rótulos em português fabricados por uma gráfica de Guaíra.

Os insumos entravam no Brasil por meio do Lago de Itaipú, divisa entre Brasil e Paraguai.

Leia também
Agrotóxicos: Polícia Federal faz operação em Sorriso e prende 2