Polícia

PF faz em Mato Grosso e mais 5 estados operação para combater fraudes no auxílio emergencial

A Polícia Federal deflagrou, esta manhã, a operação Animus Fraudandi, em continuidade ao combate às fraudes aos Benefícios Emergenciais, os quais são pagos a parte da população com dificuldades financeiras em razão da pandemia. Em Mato Grosso, as ações foram em Rondonópolis (212 quilômetros de Cuiabá) onde os policiais cumpriram mandado de busca e apreensão e apreenderam celular e notebook. Além de a Justiça Federal ter decretado Mandado de bloqueio de valores de R$ 80 mil, a título de ressarcimento.

Outros 29 mandados de busca e apreensão e 4 de sequestro de bens, perfazendo um total de aproximadamente de até R$ 140 mil bloqueados por determinação judicial também ocorrem nos estados da Bahia, Ceará, Maranhão Pará e Santa Catarina

Os trabalhos é resultado de investigações para combater fraudes ao auxílio emergencial da qual participam a Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, Caixa, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União. Os objetivos da atuação interinstitucional conjunta são a identificação de fraudes massivas e a desarticulação de organizações criminosas, com a responsabilização de seus integrantes, além de recuperar os valores para o erário.

A Polícia Federal já realizou a deflagração de 114 operações Policiais visando ao combate às fraudes aos benefícios emergenciais, com a expedição de mais de 443 (quatrocentos e quarenta e três) Mandados de Busca e de 50 (cinquenta) Mandados de Prisão.

Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)