Polícia

Morador em Sinop perde R$ 8 mil ao ter conta bancária invadida

O homem, de 64 anos, teve um prejuízo de R$ 8 mil ao ter sua conta bancária invadida por criminosos. Segundo a versão apresentada aos investigadores, o primeiro desvio foi de R$ 3 mil, através de Pix e o segundo de R$ 5 mil, feito por Transferência Eletrônica Disponível (TED).

Ele contou aos policiais que recebeu mensagem pedindo para fazer atualização da sua conta para evitar fraude e confirmou os dados. Posteriormente, ao pagar uma conta de uma pizzaria, percebeu os lançamentos feitos pelo criminoso.

Há poucos dias, uma agente de saúde, de 42 anos, teve uma conta bancária invadida e sofreu um prejuízo de R$ 4 mil. Ela contou aos policiais que alguém fez um TED tirando todo o dinheiro da sua conta, além do limite disponível.

A denunciante foi até o banco, conversou com o gerente e descobriu que o TED foi feito para conta de uma agência bancária em Terra Bela, no Paraná. Ela entregou aos policiais os dados que conseguiu sobre o titular da conta para ajudar nas investigações.

Só Notícias/David Murba (foto: Só Notícias/arquivo)