Polícia

Menores infratores devem continuar na cadeia em Sinop

Os sete menores infratores, que ocupam uma das celas da cadeia em Sinop, devem continuar no local após a inauguração do presídio, no bairro Alto da Glória. Conforme o diretor João Paulo Martinez, ainda não foi repassado pelo Estado a situação dos menores, que já chegaram a ser 30 na mesma cela.

Os menores infratores que ficavam no CEA – Centro de Apoio ao Adolescente- foram conduzidos à cadeia este ano, e mesmo sendo proibido, por lei, que eles fiquem em locais com outros presidiários, eles ficam em uma cela separados dos outros detentos.

A cadeia, que abriga hoje 171 detentos, será parcialmente desativa em janeiro. Com a inauguração do presídio, todos os dententos, exceto as mulheres e os albergados, serão transferdios para a nova unidade.