Polícia

Jovem é preso após tentar atropelar policiais em Várzea Grande

O Acusado de participar da morte de um servidor público de Várzea Grande no início desse ano, o jovem, de, 20 anos, que estava foragido, foi preso em flagrante após roubar um veículo e tentar atropelar policiais militares em Várzea Grande.  O crime aconteceu, ontem, na região do bairro Aeroporto, quando duas mulheres foram rendidas pelo suspeito enquanto aguardavam dentro de um carro no estacionamento de uma farmácia. De acordo com o boletim de ocorrência, o crime aconteceu por volta das 6h e a PM foi acionada. Em seguida, uma barreira foi montada na avenida 31 de Março.

O criminoso estava em um veículo Voyage branco e quando viu a barreira de policiais, avançou com o carro em cima dos militares que atiraram. Um dos disparos atingiu a roda do veículo, que precisou ser abandonado. Na fuga, Leonardo pulou muros e portões de residências até ser cercado pelos policiais no quintal de uma casa no bairro Jardim das Oliveiras. Ao ser encaminhado à Central de Flagrantes, os policiais ainda identificaram que ele possui um mandado de prisão em aberto decretado pela 4ª Vara Criminal de Várzea Grande.

Ele foi denunciado pelo Ministério Público por participar de um latrocínio ocorrido em janeiro desse ano. Ele ajudou no crime em que o comparsa, 19 anos, matou o servidor público Charles Willian Antônio dos Santos, 36, em frente ao Pronto-Socorro de VG. Ele foi preso pouco mais de um mês após o crime e confessou.

O jovem ainda se envolveu em outro roubo no ano de 2017. Na época foi preso ao descumprir medidas impostas na liberdade provisória. Foi colocado em liberdade novamente Leonardo havia acabado de roubar carro e era foragido da Justiça no fim de 2018.

A Gazeta