Polícia

Homicídio e suicídio em Sinop: causa pode ter sido passional

A polícia continua as investigações para confirmar a causa do homicídio e suicídio hoje de manhã na rua 15,no bairro Boa Esperança em Sinop. Segundo informações da perícia, Ramon Orlando Silveira, 54 anos, que matou Davi Alves dos Santos, 51 anos, e baleou o menor F.S. de 13 anos, teria um envolvimento amoroso com a filha de Davi, mãe do menor.

Nesta manhã, Ramon teve um desentendimento com o inquilino, e acabou disparando três tiros com uma pistola 380, acertando o tórax e o braço de Davi. Conforme o perito Leandro Valendorf, Davi ainda conseguiu andar 26 metros antes de morrer. Ramon também atirou no menor, acertando no abdômen. Depois, no meio da rua, se suicidou com um tiro na cabeça.

Ramon e o menor foram socorridos pelos bombeiros e encaminhados ao Pronto Atendimento. O menor foi encaminhado a um hospital da cidade onde passou por uma cirurgia. Seu estado de saúde não foi informado. Ramon morreu ainda no PA.

No local, a perícia também recolheu a pistola que ficou ao lado do corpo de Ramon.