Polícia

Homens executados em Cláudia são sepultados em Sinop; polícia já identificou suspeito

Os corpos de Jorge de Souza Barbosa, de 42 anos, e Diego Vieira Santos, de 22, foram sepultados, esta manhã, após terem sido velados durante a madrugada no memorial da funerária Luz e Vida, na avenida das Embaúbas. Eles foram assassinados, a tiros, na quarta-feira à noite, em um bar, no assentamento rural no município de Cláudia.

Os corpos foram levados para o Instituto médico Legal de Sinop onde deveria passar por necropsia, mas tiveram que ser encaminhados para o IML em Sorriso, por falta de médico legista.

A Polícia Civil confirmou que eles não moravam no assentamento. Porém, não apontou o que estariam fazendo no local. Um investigador disse, ao Só Notícias, que já tem um suspeito, mas não deu mais detalhes para não atrapalhar as investigações. Até o momento, ninguém foi preso. O caso está sob responsabilidade do delegado Ugo Mendonça.

Na data do crime, uma das vítimas estava sentada e foi surpreendida pelo atirador. Outra estava próximo, correu aproximadamente 100 metros e também foi atingida. Inicialmente, a perícia aponta que cada um levou 3 tiros.

“O primeiro homem foi morto com características que apontam disparos a curta distância. O outro foi alvejado duas vezes nas costas e, ao que tudo indica, levou o terceiro tiro quando estava caído”, informou, anteriormente, ao Só Notícias, o perito Marcos Waechter, da Politec Sinop. “Foram encontrados projéteis para identificarmos o calibre da arma”, acrescentou.

Redação Só Notícias (fotos: divulgação)