Polícia

Homem que matou assaltante em Sorriso ainda não se apresentou

Ainda não se apresentou à polícia de Sorriso o homem acusado de matar um dos dois assaltantes que invadiram sua residência, na última quarta-feira à noite. Segundo um agente da delegacia municipal, o advogado de Moacir Stessler já entrou em contato e disse que seu cliente vai se apresentar para explicar o que aconteceu.

Segundo o policial, é provável que ele não seja preso e responda o inquérito em liberdade, por não ter passagens na delegacia e ser um cidadão com residência fixa. Já o assaltante que foi morto, Givanildo Cabral, tinha uma extensa ficha policial. Até alguns meses atrás, ele estava preso no presídio do Carumbém, em Cuiabá.

O segundo assaltante envolvido ainda não foi localizado. A polícia suspeita que se trata de um jovem conhecido como Mequiba, mas ele ainda não foi localizado. Conforme Só Notícias já informou, os dois ladrões invadiram a residência para assaltar. Jordina Novaes, a proprietária, conseguiu fugir e foi chamar a polícia. O marido dela, Moacir, estava no banho e deve ter reagido contra os bandidos, matando um deles com dois tiros.