Polícia

Homem é preso por ameaça, aliciamento e assédio a adolescentes no Nortão

O investigado, de 46 anos, foi preso, ontem, no bairro Santa Izabel, em Peixoto de Azevedo (197 quilômetros de Sinop), suspeito de aliciar, assediar, ameaçar e oferecer bebida alcoólica a duas adolescentes, 14 e 15 anos. Uma mulher, 21 anos, também relata ter sofrido assédios. Com ele, os policiais militares ainda apreenderam um simulacro de arma de fogo.

Inicialmente, a ocorrência começou com uma possível tentativa de homicídio contra o suspeito. Os policiais foram informados que o homem havia sido encaminhado ao hospital regional. Ele se comunicava de forma confusa e disse que teria sido vítima de um homem e uma mulher, que invadiram sua casa para agredi-lo e depois fugiram.

Consta ainda no boletim de ocorrência que ele não quis denunciar a suposta tentativa de homicídio e disse que apenas queria passar pelos atendimentos médicos, receber curativos e retornaria para casa.

Neste tempo, uma mulher acionou a PM informando ter sido vítima de estupro e agressão, contando que ela e mais duas amigas estavam na casa do homem agredido e que foram obrigadas a tirarem as roupas e terem relação sexual com ele. As outras duas vítimas também procuraram a PM para denunciar o mesmo suspeito.

De acordo com os relatos no documento, as três foram convidadas a irem até a casa e no local ingeriram bebida alcoólica. Em certo momento, o suspeito se alterou, pegou uma arma e as forçou a dançar e manter relação sexual sob ameaça. As vítimas contaram que ele chegou a apontar a arma para a cabeça delas, o que está sendo investigado.

Durante os assédios, uma das mulheres conseguiu pegar uma garrafa de vidro, arremessar na cabeça do suspeito para fugir. Diante dos relatos, o homem foi procurado em sua residência, mas não estava no local. Em diligências, foi preso tentando fugir em um carro e em busca veicular o simulacro foi encontrado.

Ele afirmou que foi dopado pelas mulheres, agredido e também esfaqueado. Ele foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil para a conclusão da investigação.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria/arquivo)