Polícia

Homem diz que matou mulher no Nortão por suspeitar que levava “chifre”

A polícia prendeu ontem, em Guarantã do Norte, Verissimo Aquino, 48 anos. Ele confessou ter matado, na segunda-feira, Juscelina Barbara, 27 anos, em Matupá, com quem manteve um relacionamento amoroso, no Pará. Juscelina mudou-se para Matupá, há pouco tempo e Verissimo esteve com ela, no último final de semana, para tentar reatar o relacionamento. Ambos estavam em um bar, onde após ingerirem uma quantia considerável de bebida alcoólica, começaram a discutir. Verissimo acabou dando uma facada em Juscelina que morreu praticamente na hora.

Ele tentou fugir, de táxi, mas acabou sendo preso. Ontem, em entrevista à Notícia Digital, disse que suspeitava estar sendo traído. “E você sabe como é, homem nenhum gosta de levar chifre. Ainda mais que eu a ajudava muito, inclusive financeiramente”, declarou.

Verissimo mora no Pará e deve ficar preso respondendo processo por homicídio.