Polícia

Governador e secretário reúnem-se hoje com delegados regionais de polícia

O governador Blairo Maggi e o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Célio Wilson, discutem a situação da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, hoje, com 50 delegados de todas as regionais do Estado e a diretoria da instituição.

De acordo com o secretário Célio Wilson, a exemplo do que fez com a Polícia Militar há duas semanas, o governador solicitou a reunião de trabalho com a Polícia Civil para discutir melhorias da estrutura, definir investimentos e debater questões que afligem a categoria. “Discutiremos assuntos de interesse da categoria e do governo como um todo”, afirmou.

No início da reunião, os delegados fizeram uma explanação sobre a atuação da corporação nos últimos três anos. “Queremos mostrar o que estamos fazendo e o que pensamos para o futuro”, observou o diretor-geral da Polícia Civil, Romel Luís dos Santos.

Durante a apresentação, foram destacados os resultados significativos de investigações de crimes realizados nos últimos anos pelas delegacias regionais e do interior do Estado. O trabalho feito pela Polícia Civil contribuiu, por exemplo, para o sucesso nos casos que envolveram a operação “Galileu”, que resultou na prisão da quadrilha que fraudava concursos públicos, e o combate à “pirataria” em Mato Grosso.

Os delegados demonstraram preocupação com o aumento da criminalidade em Cuiabá. O número de homicídios no período de janeiro a agosto de 2004 foi de 167 casos, enquanto que no mesmo período de 2005 esse número aumentou para 225.

Segundo os dados, mais de 50% dos crimes aconteceram nas regiões do CPA e do Coxipó. Uma das medidas tomadas pelo Governo do Estado nesse caso foi a instalação do Centro Integrado de segurança Pública e Cidadania (CISC), no Coxipó. Outro centro será inaugurado nos próximos meses na região do CPA.

Umas das grandes preocupações da corporação que está sendo discutida na reunião com o governador e com relação ao número de policias para atender o Estado. Hoje são 178 delegados e 1.650 na ativa. Neste ano, o Governo já abriu concurso para o preenchimento de 950 vagas na Polícia Civil.

Ainda no início da tarde hoje, os participantes apresentarão o resultado da discussão.