Polícia

Empresário procura polícia e acusa funcionário de falsificar atestado médico em Sinop

Um empresário registrou boletim de ocorrência, ontem, na delegacia de Polícia Civil acusado um funcionário de supostamente ter falsificado atestados médicos para faltar ao trabalho. Segundo o denunciante, foram apresentados dois, um para licença de 12 dias do trabalho e, outro, de 9 dias.

O homem disse que desconfiou e procurou as médicas que emitiram os documentos e elas teriam comprovado a adulteração. Segundo o denunciante, o atestado de 12 dias era de 2 dias e, o de 9, era de 3. As médicas declararam por escrito que os atestados eram falsos.

O empresário dispensou o funcionário do trabalho, porém, ele se negou a receber o valor correspondente aos direitos trabalhistas e assinar o termo de dispensa, alegando que procuraria seus direitos.

Redação Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)