Polícia

Nortão: Força Tática prende acusado de executar cunhada e 7 sobrinhos no Tocantins

Os policiais militares da Força Tática prenderam, ontem, em União do Norte, que é distrito de Peixoto de Azevedo (197 quilômetros de Sinop) um homem, de 64 anos, acusado de posse irregular de arma de fogo. No sítio dele, foram apreendidas uma pistola calibre 380, uma espingarda calibre 20, carregador e diversas munições dos dois calibres.

De acordo com o boletim de ocorrência que Só Notícias teve acesso, uma denúncia levou os policiais até a propriedade apontado que o homem era foragido da Justiça. Durante abordagem, ele apresentou uma identidade que pode ser falsa.

O documento deverá será analisado pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) para comprovar ou não autenticidade. Ele foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil, que dará continuidade nas investigações.

O Comando Regional da PM apontou que o preso é suspeito de ser um condenado a 261 anos de cadeia pela morte da cunhada Alcena Madeiros de Lima, de 38 anos, grávida de cinco meses e de sete sobrinhos, em Araguaína, no Tocantins, em 1984.

A versão investigada é que o acusado teria decidido matar toda à família para roubar o gado do irmão. Ele teve ajuda de outro suspeito, que trabalhava na casa de um tio. No mesmo dia, também matou vaqueiro da cunhada, Valdivino Dionísio. Todos foram executados a pauladas.

Os corpos das vítimas foram enterrados no terreno da fazenda e encontrados pela polícia uma semana depois. Os dois foram presos e condenados, mas o acusado conseguiu fugir da cadeia.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: assessoria)