Polícia

Eletricista morre atropelado no Nortão; suspeito acaba preso após ocultar corpo

O suspeito, de 18 anos, foi preso acusado de colidir com um Fiat Uno branco em uma Honda Fan preta na BR-163, entre Peixoto de Azevedo e Matupá (197 e 204 quilômetros de Sinop, respectivamente), hoje de madrugada. João Dirceu Dornel, de 46 anos, não resistiu aos ferimentos.

De acordo com informações da Polícia Civil, após o acidente o motorista colocou o corpo do condutor da motocicleta no carro e o levou até uma região de chácaras em Peixoto de Azevedo. Após isso, procurou a Polícia Militar do município para registrar que havia sido assaltado, mas entrou em contradição ao narrar os fatos, acabou confessado o atropelamento e a remoção da vítima do local do acidente.

A versão apresentada e as circunstâncias de como ocorreu o acidente ainda serão investigadas. Segundo o delegado da Polícia Civil de Peixoto, Luiz Felipe Leoni, o motorista deve responder por falsa comunicação de crime, ocultação de cadáver e homicídio culposo.

“A princípio ocorreu uma colisão traseira na motocicleta. Esse acidente causou a morte do condutor. Ele ainda será ouvido e lavrado o flagrante. Estamos fazendo a requisição dos exames. O motorista continua na delegacia”, disse Leoni.

João Dirceu era eletricista e tinha duas filhas, de 11 e 9 anos. De acordo com a família, corpo deve ser velado na residência da mãe dele, no bairro Jerusalém, em Peixoto de Azevedo. Ainda não foram definidos o horário e a data do sepultamento.

(Atualizada às 9h39)

 

Só Notícias/Cleber Romero