Polícia

Dupla presa em Sinop confessa ter assaltado e matado empresário em Sorriso

O pintor Juliano Salvador, 20, e Wander da Silva Moreira, 20, confessaram ter assaltado e matado o empresário Luiz Lanzano, 53 anos, em Sorriso, há mais de três de meses. Segundo o delegado de Sorriso, Enio Lacerda, Juliano, que foi preso na semana passada, em Sinop, teria confessado ser o autor dos disparos que tiraram a vida do empresário.

Wander conduzia a moto, uma CG Titan cor preta, que também foi apreendida. O delegado explicou que os dois estavam em frente ao banco, onde o empresário entrou e sacou cerca de R$ 2 mil. Juliano teria entrado na agência e observado o empresário.

Após, seguiram Lanzano até a chapeação do genro dele e anunciaram o assalto. Juliano estava com a pistola 380, utilizada no crime. Os dois ainda teriam alegado que só atiraram porque o empresário reagiu. Pegaram o dinheiro e fugiram. Esconderam a moto em um matagal e seguiram para Sinop.

Os dois tiveram a prisão provisória decretada pelo juiz Jorge dos Santos, da Comarca de Sorriso, e, de acordo com Lacerda, devem ter a prisão preventiva decretada. Os dois estão presos em Sorriso. A polícia informou que o acusado Mario Vieira não teve envolvimento no crime. A polícia também investiga o envolvimento dos acusados em outros assaltos. Um deles teria acontecido em Sinop, no dia 23 de dezembro.